6 Dicas para Reeducação Alimentar

Olá, tudo bom? Esse artigo de hoje tenho certeza que muitas pessoas vão adorar, porque eu vou falar de reeducação alimentar. E às vezes algumas pessoas pensam assim: “poxa, ela vai falar de reeducação alimentar só para quem quer emagrecer, né, para quem
está buscando perder peso.”

Mas, fica ligado nesse texto porque tem dicas muito interessantes para você estruturar a sua rotina.

Eu acho que reeducação alimentar, mais do que principalmente falar que comer, são dicas preciosas que eu vou passar para você organizar a sua alimentação no dia a dia, e isso vai desde quem quer emagrecer, claro, que normalmente está mais preocupado, mas para quem quer ganhar massa tem que ter mais disciplina, para quem quer mais saúde, quer parar de comer muita porcaria na rua, quer se alimentar de forma melhor.

Então, fica comigo que tem muita dica legal para todos os tipos de pessoas nesse vídeo, você vai adorar. Bom gente, antes de falar essas dicas, vou passar 6 dicas de ouro para você aqui agora.

Dicas de reeducação alimentar

Aprenda a mastigar

Falando aqui da reeducação alimentar, que eu vou começar falando, uma primeira dica que eu quero passar para você é: aprenda
a mastigar.

Parece bobeira falar disso, mas principalmente para quem quer emagrecer, para quem quer se alimentar de forma mais saudável, nesse caso não falando necessariamente para quem quer ganhar massa ou para quem quer engordar de forma saudável, mas principalmente para quem quer emagrecer.

Mastigar de forma correta é muito importante porque, quanto mais a gente mastiga, tem 2 coisas que vão favorecer para a gente essa questão do alimento ficar mais papinha: primeiro porque quando o alimento está mais mastigado, a gente tem mais ação do suco das enzimas presentes na nossa boca, que vão já fazer uma pré digestão, vão facilitar a digestão no estômago e a absorção no intestino então, favorecendo de fato a absorção dos nutrientes, mas também vão mandar um sinal para o nosso cérebro de saciedade.

Então é bem importante que você mastigue de forma correta, para você otimizar melhor os alimentos que você come, que você vai
estar comendo um pouco menos, porque você está restringindo as calorias, então é importante que você consiga tirar tudo desses
alimentos que você está consumindo, mas também que o seu cérebro perceba: “opa, já entrou comida aqui, posso parar de mandar
o meu sinal de fome.”

Coma regularmente

Segunda dica para se reeducar, e essa vale para todo mundo: alimente-se com uma frequência regular. Às vezes a gente se perde no dia, eu sei que isso é muito comum.

Principalmente para quem já tem muito tempo que está comendo de uma forma menos organizada. Às vezes você toma o café da manhã e só vai lembrar de comer lá para as 2 da tarde, quando o estômago já está, né, urrando de fome.

Então, tenta se organizar, se nesse primeiro momento for difícil para você lembrar de comer de 3 ou de 4 em 4 horas, bota um alarme no seu celular, a gente tem alarme para tudo hoje em dia, né, tem aqueles tasks, aqueles aplicativos que fazem com que a gente organize melhor o nosso dia.

Então, se for o seu caso, gente vergonha nenhuma, bota um alarme lá: “lanchar”, “almoçar”, “lanchar de novo”, “cear”, “jantar” para você se lembrar de comer, porque depois naturalmente você vai ver que você vai sentir fome naquele horário.

Isso vale tanto para quem quer emagrecer, porque aí faz com que você evite de você ficar com muita fome e acabe buscando alguma
coisa com um volume muito maior do que você precisava e às vezes com uma qualidade pior, mas também para quem quer ganhar massa muscular, porque às vezes vocês precisam comer muito, mas esquecem de comer.

Então, o alarme lá vai lembrar você de fazer a sua refeição e se alimentar na hora certa.

Não vá ao mercado com fome

Terceiro: tenta não fazer as suas compras com fome. Não vai para o supermercado com fome.

Supermercado é pior porque se você for para o hortifrúti com fome, o máximo que vai acontecer é você sair de lá comendo uma maçã mas, você ir para o mercado com fome é bem complicado, porque você sempre vai botar no seu carrinho porcaria que você não precisa e, né, quando a gente está com fome tudo parece muito mais gostoso.

Então, ou você se alimenta antes de fazer as suas compras, ou você tenta sei lá, comprar um iogurte ali na hora, alguma coisa que seja, que vá dar uma forrada no estômago, mas vai fazer com que você evite ficar, eu já vi gente no mercado abrindo o saco de batata frita e comendo enquanto pega as coisas.

Então, vai evitar que você ou compre besteira ou com besteira dentro do supermercado, fica ligado nisso também.

Concentre-se na hora de comer

Outra dica: tenta se distrair pouco enquanto você está comendo. Claro que não é para você ficar comendo sozinho lá triste num canto, mas assim, o que eu te digo é evitar comer em frente à televisão, evita comer com o computador do lado, mexendo no celular agora está essa febre, né, as pessoas no celular.

E aí a pessoa come, come, come, mastiga mal, nem percebe que comeu então, acaba que você termina a refeição sem ter sentido aquele prazer de se alimentar, e sem o cérebro entender que de fato você já comeu bastante, não precisa comer tanto mais.

Então, nesse momento desliga os eletrônicos, foca em quem está almoçando com você, ou se você estiver comendo sozinho, foca na
refeição, para você tirar o melhor daquele momento.

Inclua shakes na alimentação

Inserir shakes de qualquer jeito na sua refeição, porém com  a ajuda de um nutricionista você poderá inserir shakes e deixar suas alimentações ainda mais completas.

Trocar uma refeição por shakes pode ser muito bom na sua reeducação, porém é preciso que o resto da sua dieta seja complementar em fibras e proteínas.

Muita gente quer saber se Herbalife realmente funciona, e eu posso afirmar que nesses casos sim, a Herbalife funciona muito bem.

Organize suas refeições

Quinta dica: tenta organizar a sua alimentação, as suas refeições. Algumas ideias para emagrecimento, para reeducação alimentar em termos de emagrecimento: tenta sempre colocar um pouco de proteína ao longo do seu dia, por exemplo, quando você for fazer o seu café da manhã, usa um iogurte, usa um ovo, usa um copo de leite.

A proteína vai fazer com que você diminua o índice glicêmico do restante do carboidrato que você consumir naquela refeição, por
exemplo, do pão que você vier a consumir, da torrada, da tapioca, então lembra de botar uma fonte de proteína, lembra de levar com
você o seu lanche da manhã.

Muitas vezes a gente está na faculdade, está no trabalho, às vezes trabalha na rua andando, e aí você vai sentir fome ou você vai continuar com fome porque não tem onde comprar, ou você vai parar, né, numa lanchonete, é sujo comprar uma coxinha, comprar um enroladinho de salsicha, aquelas coisas trash, que não têm o que comer na rua, e aí a sua dieta vai por água abaixo.

Então leva de casa o seu lanche, leva um iogurte, leva uma fruta seca, leva uma fruta fresca se for o caso, leva alguma coisa pequena,
portátil, mas que seja saudável para aplacar a sua fome.

Divida sua alimentação

No almoço sempre lembra: metade do seu prato tem que ser de legumes e verduras, mas toma cuidado porque se você for comer em restaurante por quilo, ou dependendo até do restaurante à la carte que você comer, não é muito interessante que você coma uma couve-flor gratinada com queijo.

Então, não é porque eu falo para você comer metade de legume e verdura que você vai comer uma berinjela à milanesa. Tem que ter o bom senso nesse sentido também.

Mas também gente, não precisa ser cozida na água e sal, ou feita no vapor.

Pode ser refogada com alho, com cebola, temperada, cozida junto com a carne, é bom porque mistura um pouco o sabor da carne com o legume, então facilita, lembra sempre de comer metade do prato de legume e verdura, botar uma porção de um carboidrato bom para você de baixo índice glicêmico, pode ser um arroz integral, um macarrão integral, uma batata doce são boas opções, e uma porção de carne.

Coma proteína

Mais uma vez lembra de valorizar a carne, o frango, o peixe, porque eles vão fazer com que você aumente a quantidade de proteína da sua refeição e diminua mais ainda o índice glicêmico.

Sobremesa: é uma questão que algumas pessoas me perguntam: “ai Patrícia, eu posso comer sobremesa?” Precisar você não precisa.

Porque aquele alimento que você comeria, que poderia ser uma gelatina ou uma fruta, gelatina diet né, uma fruta, enfim, algum
doce mais do bem ou uma fruta depois da refeição, se você já está cheio você consegue destravar o psicológico do “preciso de um docinho”, pega isso e joga para o seu lanche da tarde, porque você vai otimizar as calorias do seu dia.

Agora, de toda forma, se você não consegue, a gelatina diet é uma ótima opção, porque na verdade ela tem zero de caloria.

Mas lembrando também que a gelatina diet tem muito corante, tem muito adoçante, então o ideal mesmo, se você estiver almoçando em casa, é que você pegue uma fruta com baixo índice glicêmico, como caso um morango, enfim, faça como um purê, com um pouquinho de adoçante, ou às vezes nem precisa porque ele está muito docinho, e jogue, misture nele a gelatina incolor já dissolvida e bote na geladeira.

Você também pode fazer um suco de alguma fruta sem açúcar, misturar com adoçante, com a gelatina incolor e botar na geladeira
para você ter a sua gelatina do bem para você consumir.

No lanche da tarde o mesmo esquema, mais ou menos parecido com café da manhã: uma fonte de carboidrato bom, uma fonte de proteína para lembrar que você precisa dessa proteína para você se sentir mais saciado e para equilibrar melhor o seu dia a dia.

Lembrando que as gorduras boas também podem ser uma boa opção nesse momento. Você pode botar nozes, castanhas, chia, um
iogurte com chia e fruta é um lanche maravilhoso.

E no jantar, mais ou menos o mesmo esquema do almoço que você pode repetir. Algumas pessoas optam por não consumir  carboidrato à noite, mas você pode consumir o carboidrato,  para não ficar zero carboidrato, na fonte de legumes e verduras, você pode consumir mais legumes e verduras.

Você pode consumir mais abóbora, você pode consumir mais beterraba, mais chuchu, que têm uma quantidade de carboidrato, mas é mais saudável para você porque também têm muita fibra, muitas vitaminas e muitos minerais, e não é tanto carboidrato quanto uma batata, um arroz ou um macarrão.

E minha sexta dica é: adeque a sua rotina para as coisas que você gosta. Se você já está no meu canal há algum tempo, você já viu os meus vídeos e você sabe que eu sou completamente contra cortar coisas que te fazem feliz na sua alimentação.

Eu sempre acho que a gente consegue adaptar, incluir de uma forma diferente e mais saudável os alimentos que a gente gosta. Porque afinal de contas gente, reeducação alimentar não significa sofrimento, punição, tragédia.

Pelo contrário, tem que ser com alimentos que a gente gosta para a gente conseguir manter isso a médio, longo prazo nossa vida.

Então existem algumas, eu te falei a receita por exemplo da gelatina, para você trocar uma gelatina porcaria diet por uma gelatina
feita em casa mas, gente existem vários bolos que você pode fazer em casa, crepioca que você pode fazer com receitas diferentes, para você diminuir a quantidade de caloria, aumentar a quantidade de proteína, melhorar quantidade de vitaminas e minerais.

Então assim: já que você está buscando isso agora para você, pesquisa receita, dá uma pesquisada, dá uma olhada em outros vídeos
meus com dicas de emagrecimento para você tirar mais dica, eu tenho alguns textos com receitas e também dicas de receitas.

Dá uma olhada para você ir pescando, e vendo o que que pode entrar na sua alimentação para você ficar mais feliz, sem se sentir
tão restrito, tão né, cerceado nessa questão de buscar uma uma vida mais saudável, um peso mais saudável para você, mas também
não é para sofrer, é para a gente tentar buscar o caminho do meio.

E você, conta para mim aqui nos comentários que eu vou adorar saber: qual é o seu principal problema com relação à reeducação alimentar? Conta para mim aqui que dependendo eu faço até um outro texto sobre isso que você me falar aqui, eu quero sempre ajudar.

Então me dá esse feedback, me dá esse retorno agora que eu quero saber qual é o seu principal problema na reeducação alimentar?
Vou adorar ler o seu comentário, eu sempre leio todos, acredite, e tento responder, dentro da medida do possível, o máximo possível.

Até a próxima, tchau, tchau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *