Como fazer boas compras em Outlets?

Quando o assunto é outlet a maioria das pessoas relaxa e pensa que fará boas compras, pagará ótimos preços e que tudo terminará bem. Pois bem, a notícia de hoje não é tão boa assim. Mesmo em outlets é preciso que você tome alguns cuidados e se atente a algumas coisas para fazer boas compras.

Fazer boas compras em outlets, seja no Brasil ou fora deles, requer um pouquinho de experiência, perseverança e alguns truques marotos que muita gente nem imagina! Esse é o seu caso? Quer saber quais são as dicas para não cair numa furada e ainda economizar uns reais? Fique por aqui então!

Um outlet por dentro

Como é bom chegar a um lugar e visualizar várias etiquetas vermelhas escrito “até 70% off”, não é? É tudo tão mágico, tão atraente e até aquela bolsa ou sapato que você nunca pensou usar antes parecem perfeitos para você!

Pois bem, é justamente nessa hora que você precisa acordar e cair na real! Um desconto de 70% não transforma nada! Ou seja, não é porque ele está mais barato que agora é mais bonito. Ou seja, não é porque está com um bom desconto que vai sair de graça, você terá que pagar por aquilo.

Você precisa fazer um treinamento bem básico antes de visitar um outlet, seja lá onde ele for, essas técnicas podem valer seu tempo e muito dinheiro no final das contas.

Dicas para comprar em um Outlet

1 – Abra seu armário e veja do que você realmente precisa. Pergunte-se: essa peça que eu estou querendo vai me ser útil? Vai me fazer falta? Seja muito sincera consigo mesma, ok?

2 – Confira se você tem roupas que combinam com essas que estão chegando, afinal você não vai comprar o outlet todo e dessa forma fica mais fácil focar no que você realmente usará depois.

3 – Coloque um valor limite para gastar. Colocar na cabeça uma meta e segui-la é um ótimo conselho! Você já sai sabendo quanto pode gastar e vai comprar apenas o necessário com aquele dinheiro. Lembre-se: você está indo a um outlet para economizar e não para voltar com o cartão de crédito estourado ou o limite bancário no vermelho. Se você não tiver muito auto controle leve o dinheiro trocado e esqueça a carteira com os cartões de crédito em casa.

4 – Procure! Quando você chegar no outlet dê uma boa garimpada em tudo antes de escolher o que você vai comprar. Seja criteriosa e tenha em mente tudo o que falamos anteriormente nesse artigo.

5 – Deixe o preconceito de lado: Olhe também algumas peças com pequenos defeitos e avalie quanto isso vai custar para arrumar, muitas vezes isso vale muito a pena. Veja manchas e rasgos, alguma coisas podem não ter concerto e o prejuízo será só seu.

6 – Experimente! Vários Outlets adotam práticas de que as peças compradas não podem ser trocadas, portanto, antes de sair pegando tudo vá ao provador, e aí sim decida-se.

7 – Sempre se questione: EU PRECISO? EU POSSO? EU DEVO? EU VOU USAR?

Se você for sincera com você mesma não terá erro! A experiência de fazer uma compra no outlet é fantástica! Pagar menos e ainda sair com uma roupa novinha é sensacional!

Confira abaixo alguns Outlets famosos na cidade de São Paulo, caso você queira colocar esse artigo em prática e comprar com consciência:

  • 284 Outlet – Shopping Granja Vianna
  • Animale Outlet – Shopping Outlet Premium São Paulo
  • Lenny Niemeyer Off – Cidade Jardim
  • TVZ Outlet – Butantã
  • Oh, Boy! Outlet – Shopping Iguatemi
  • Collins Outlet – Shopping West Plaza
  • BBB Outlet Embu – Embu das Artes
  • Mixed Outlet – Itaim Bibi
  • Fina Serafina Outlet – Moema
  • Planet Girls Outlet – Shopping Outlet Premium São Paulo
  • Bob Store Outlet – Itaim Bibi
  • Lez a Lez Outlet – Shopping Outlet Premium São Paulo
  • Trousseau Outlet – Shopping Outlet Premium São Paulo
  • Collins Outlet – Vila Mariana
  • Mob Off Price – Itaim Bibi

Como conseguir créditos para a Nota Fiscal Paulista

Requisitar a nota fiscal nos estabelecimentos de São Paulo pode resultar em um bônus significativo para o consumidor, desde que ele esteja cadastrado na Nota Fiscal Paulista.

Esse é um sistema que abrange todas as pessoas jurídicas do Estado e que permite que os consumidores tenham o estorno de uma parte do que pagaram em suas compras.

Todavia, esse estorno é um ganho secundário, já que a motivação do governo paulista para fazer esse programa é a inibição da sonegação de impostos.

Antes da nota fiscal páulista, muitos consumidores não se importavam se receberiam os recibos ou não e isso criava condições para que os estabelecimentos não pagassem os impostos.

Sabendo que podem sacar quantias diversas como estorno e participar de sorteios mensais, os consumidores se tornaram mais cuidadosos com a nota fiscal.

Além de pedi-las, eles buscam no site da Secretaria Estadual da Fazenda se ela foi colocada no sistema: se não foi, o cidadão não tem estorno e pode denunciar.

Como aumentar os créditos da Nota Fiscal Paulista

nota fiscal páulista

Os créditos são os valores de estorno que o cidadão pode ter com essas notas fiscais e eles são diferentes para cada comércio.

Importa dizer que não se trata do valor do produto, mas sim do quanto que o estabelecimento repassa de imposto para o governo.

Quanto mais essa pessoa jurídica recolher, mais crédito o seu cliente terá na Nota Fiscal Paulista.

As lojas de sapato são alguns dos empreendimentos indicados para o consumidor que quer ter mais estorno: geralmente, ele passa de 3%.

Os estabelecimentos alimentícios, como as casas de chá e os restaurantes, também têm bom recolhimento de impostos e, devido a isso, concedem bastante crédito: aproximadamente 2,7%.

Quem é cliente de óticas também pode pedir a Nota Fiscal Paulista e acumular créditos de 1,7%, que desce para 1,3% quando se trata de uma padaria. As coberturas de seguro podem resultar em 2,8% de crédito para os consumidores e em 2,2% no caso de lojas de roupas.

Esses créditos também permitem que o cidadão esteja nos sorteios mensais. Se ele acumular R$ 100,00 como estorno, recebe um cupom e a Secretaria Estadual da Fazenda sorteia até R$ 1.000.000,00 por mês.

Cadastro e resgate dos créditos da Nota Fiscal Paulista

Para cadastrar o documento pessoal e solicitar os estornos, acessa-se https://www.nfp.fazenda.sp.gov.br/login.aspx?ReturnUrl=%2f. Porém, esses pagamentos são disponibilizados apenas em abril e em outubro, sempre referentes aos seis meses anteriores.