Como calcular o preço do seu artesanato?

Você quer abrir a sua loja de artesanatos mas não sabe exatamente quanto cobrar nos seus produtos? ou deseja começar no mundo do artesanato agora mas não sabe se vale realmente a pena?

Tenha em mente que saber precificar o seu produto é tão importante quanto saber fazê-lo, afinal, caso cobra o valor errado, você pode estar dando prejuízos a si mesma ou cobrando valores exorbitantes e consequentemente afastando os seus clientes.

Quer saber o que levar em conta na hora de colocar o preço no seu artesanato? Então continue lendo a matéria!

Como calcular o preço do seu artesanato?

Seja artesanato com biscuit, artesanato com crochê, encadernação artesanal e tantos outros tipos, se você deseja viver com a renda do artesanato ou ter uma renda extra, tão importante quanto saber fazer, é saber por qual preço vender.

Vamos a algumas dicas que vão facilitar essa parte do trabalho.

Mão de Obra

Primeiro, tenha em mente o valor da sua mão de obra, isso significa que você precisa ter uma ideia de qual o valor do salário você deseja no final do mês, quantas horas você irá trabalhar por dia para que isso aconteça e quantas vezes na semana.

O mais indicado para quem quer viver da renda do artesanato, é fazer uma escala de trabalho similar a jornada de trabalho comum, ou seja, 8 horas por dia, 5 a 6 dias na semana.

Se você é uma pessoa que não consegue seguir uma rotina fixa e isso é um dos motivos que te levaram ao artesanato, molde a sua carga horária conforme desejar, mas lembre-se, trabalhar para si mesmo exige muito mais compromisso e organização.

Investimento Inicial

Se você está abrindo uma loja de artesanato, anote todos os gastos que você teve até o momento da inauguração, seja com o aluguel, reforma, móveis, material para os produtos.

Se você não está abrindo uma loja, mas está começando a sua loja e-commerce de artesanato, também é necessário anotar todos os gastos que você teve até começar a vender.

Isso é importante para que você saiba quanto foi o seu investimento inicial, e possa acompanhar o seu caixa para que esse valor retorne para você.

Matéria prima

Você sabe quanto de material você gasta com os seus produtos?

Bem, isso é um passo fundamental para quem quer trabalhar com artesanato.

Mesmo que dê um pouco de trabalho no inicio, anote tudo, veja quais os materiais você precisa, quantas vezes você pode usá-lo, quais ferramentas você precisa para fazê-lo, enfim, todo o material utilizado na produção do artesanato.

Lucro

O lucro é aquele valor destinado a aumentar ainda mais o seu negócio, seja comprando novos equipamentos, materiais, investindo em marketing, entre outros.

A margem de lucro deve ser considerada pensando em diversos fatores, entre eles, a quantidade de vendas feitas no mês, sua criatividade, visibilidade e o diferencial do seu produto.

Normalmente, uma margem justa de lucro varia entre 20% a 50%, mas não quer dizer que você não possa fugir desse padrão quando achar necessário.

Exemplo

Agora que você já sabe o que levar em consideração na hora de calcular o preço do seu artesanato, que tal um exemplo prático?

Um artesão deseja trabalhar 8 horas por dia, 20 dias ao mês, desejando um salário de R$1.500,00, nesse caso, o valor da sua hora é de R$ 9,37.

Após somar o seu valor de investimento e dividir pela quantidade de produtos que ele pretende vender no mês, o valor a acrescentar no produto é de R$2,50, para que o retorno aconteça em poucos meses.

Ele pretende fazer uma agenda com encadernação artesanal, e gastou de material, R$6,75.

Por fim, temos uma agenda com o preço de custo de 18,62, estamos falando de uma encadernação artesanal criativa, bonita e única, por isso, esse artesão colocou uma margem de lucro de 50%.

Resumindo, essa agenda ficou com o preço de venda de 28,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *